Fenasoja

PORTAL OFICIAL DA IMPRENSA

Geral
13 de Maio de 2022

A preparação para 2026

Marcos Eduardo Servat foi escolhido como vice-presidente, preparando-se já para comandar o evento em 2026.

 

 Marcos Eduardo Servat, o vice-presidente da Fe­nasoja 2024 é filho de Delci e Beatriz Fiorentini Servat, sendo o caçula dos dois filhos do casal. Natural de Santa Rosa tem 40 anos. É casado com Carla Freisleben Servat com quem tem o pequeno Pedro. Ser­vat, como é conhecido nos bastidores da feira, preside também o Encontro Estadual de Hortigranjeiros que acontecerá em 2023. Um jovem com espírito voluntário e trabalho dedicado ao desenvolvimento da agricultura através do cooperativismo, um dos principais nortes do desenvolvimento regional.

É mestre em Engenharia de Produção pela UFSM, pós-graduando em Gestão de Pessoas e Marketing pela UNI­FRA e pós-graduado com MBA em Gestão de Negócios também pela UNIFRA. É Bacharel em Administração pela URCAMP e Pregoeiro pela ESAF.

Sua ligação com a Fenasoja começa na década de 90, quando se reuniu na casa dos pais, antes de ir assistir a Esquadrilha da Fumaça. Foi a primeira vez que ele visitou a feira. As visitas se repetiam a cada edição, junto com a escola e com amigos. "Nos anos 2000 fui morar em outras regiões, mas fazia questão de estar em Santa Rosa para prestigiar a feira nos shows. Quando retornei e passei a atuar na Emater, iniciou o trabalho mais assíduo como voluntário. A paixão pelo evento só aumentou. Em 2019 recebi o convite para presidir a Comissão da Agricultura Soja e Derivados, mas a feira não aconteceu em 2020. Tive ainda um momento muito triste, que foi a morte do meu pai, que para mim é a grande referência. Me afastei por um período, mas fui chamado para assumir a Comissão de Coope­rativismo e encarei o desafio, como forma dar mais de mim para a comunidade", comentou.

Servat lembra que o convite para ser vice-presidente em 2024 foi fantástico. "Nunca ti­nha passado pela minha cabeça, eu não esperava e não imagi­nava. Lembro que era o dia 19 de abril. Eu estava no parque trabalhando com a equipe do Cooperativismo nos prepara­tivos, quando me chamaram para uma conversa. Fui para a sala da presidência, quando estavam lá Alexandre Marones, Elias Dallalba e Dário Germano. Eles falaram sobre o trabalho da Comissão e me convidaram para ser o vice do Dário. Foi uma grande emoção, tremi, chorei. Algo que ficará para sempre marcado".

A família é a grande apoiadora do trabalho voluntário e foi ela que garantiu o aval para ele assumir este novo desafio. "Fui para casa, conversei com a Carla... eu não parava de chorar, quando ela disse que toda a família estaria comigo. Desafio aceito, agora é pensar a Fenasoja que todos nós queremos realizar", comemorou.

Sobre o futuro, Marcos Servat diz que buscará toda a inspiração nas edições anteriores e no trabalho já realizado para pensar o desenvolvimento. "Acredito no legado deixado por todos os voluntários para que possamos fazer a Fenasoja do futuro".

Fique informado de tudo!

Todas as novidades no seu e-mail.

Patrocinador

Investidores

Patrocinador Patrocinador Patrocinador
Patrocinador Patrocinador Patrocinador
Patrocinador Patrocinador Patrocinador
Patrocinador Patrocinador Patrocinador
Patrocinador Patrocinador Patrocinador
Patrocinador Patrocinador Patrocinador
Patrocinador Patrocinador Patrocinador

Realização

Patrocinador